BOAS VINDAS!!!!

Sejam todos bem vindos ao meu espaço e fiquem a vontade para mergulhar nesse agradável mundo infantil. Aqui caminharemos juntos rumo ao êxito educacional das nossa crianças.
Um abraço!!!

TEMAS PERTINENTES


A Origem o Natal

O Natal é a comemoração do nascimento de Jesus Cristo. Essa data passou a ser comemorada no dia 25 de dezembro no século IV, por decreto do imperador romano Constantino.
Essa data também coincide com o solstício de inverno. Quando o Sol está no ponto mais baixo de sua trajetória, produzindo a mais longa noite do ano. A data marca o início do inverno no Hemisfério Norte, e do verão no Sul. Par aos povos antigos esse período significava parte de um ciclo de infertilidade que existia desde o outono.
Ao longo dos anos cada povo adaptou as tradições de Natal à sua cultura. Por isso os costumes se diferenciam para a comemoração de uma mesma data.



As primeiras músicas de Natal surgiram no século IV e ainda hoje são cantadas. Uma das mais populares é a canção inglesa "White Christmas" escrita por Irving Berlin em 1942, mas não é a única temos ainda o exemplo de "Silent Night, Holly Nigth" composta na Áustria por Franz Grubet no século XIX, "Jingle Bells", entre muitas outras.

Sino de Belém


Bate o sino pequenino
Sino de Belém
Já nasceu Deus- Menino
Para o nosso bem
Paz na Terra, pede o sino
Alegre a cantar
Abençoe Deus- Menino
Este nosso lar
Hoje a noite é bela
Juntos eu e ela
Vamos à capela
Sob a luz da vela
Felizes a rezar
Ao soar o sino
Sino pequenino
Vai o Deus- Menino
Nos abençoar

(refrão)
Bate o sino pequenino
Sino de Belém
Já nasceu Deus- Menino
Para o nosso bem
Paz na Terra, pede o sino
Alegre a cantar
Abençoe Deus- Menino
Este nosso lar. 

autor: J.Pierpont, 1857


ATUAÇÃO DO PROFESSOR DA EDUCAÇÃO
INFANTIL

O professor que atua na educação infantil deve ter uma preocupação específica de como lidar com as crianças no dia-a-dia e em situações especiais. Ao se tratar de alunos iniciantes no convívio escolar surgem situações diferentes e inesperadas em relação às demais fases escolares.A criança tem um jeito próprio de encarar as novas etapas que vão surgindo em sua vida. Muitas vezes pais e educadores encaram esses acontecimentos com maior dificuldade que a própria criança que está passando por determinada vivência. O ideal é que o professor tenha algumas atitudes, estratégias e comportamentos que favoreçam uma melhor aceitação e desenvolvimento dessa criança no ambiente escolar e até mesmo no seu dia-a-dia, podendo, inclusive, colocar em prática certos conhecimentos adquiridos, porém de forma meio que inconsciente.
 
Buscando compreender melhor o mundo infantil e a aceitação da criança nessa nova experiência sugere-se algumas dicas de como proceder no mundo infantil: • Buscar organizar o espaço infantil de forma que o ambiente proporcione harmonia nos aspectos psicológicos e biológicos da criança; • No período em que a criança estiver no Jardim de Infância, passar a sensação de um mundo mais lúdico no qual a criança, apesar de estar passando por um processo de educação e aprendizagem, não se sinta educada formalmente. • Criar hábitos de correção com suavidade e fineza. • Ao propor atividades para as crianças, conduza-as da melhor maneira possível, de forma que essas venham lembrar-se do momento com saudade. • Preparar o momento da leitura com maior carinho possível, visto que se trata de um momento mágico para a criança, bem como estimula o crescimento do vocabulário preparando-a para a alfabetização. • Observar bem os seus alunos, podendo detectar o que pode melhorar ou até mesmo o que deve ser eliminado. • Ter consciência que punições devem ocorrer para corrigir maus hábitos, porém busque a melhor forma de realizar, fazendo com que a criança tenha consciência do erro. Ressalta-se que o bom professor aprende junto com seus alunos, antes mesmo de propor a educá-los.

Por Elen Campos Caiado
Graduada em Fonoaudiologia e Pedagogia
Equipe Brasil Escola




CONSTRUTIVISMO

Susany Garcia 

A concepção construtivista, criada pelo filósofo Jean Piaget, opta por acompanhar a curiosidade natural da criança, isto é, ao invés de usar um método pré-estabelecido, a escola propõe temas que interessam naquele momento. Onde a criança irá construir o conhecimento a partir das suas próprias percepções. Por esta razão, ele se aplica apenas em salas com menos alunos, por exige um tempo maior do professor.
No construtivismo, o professor serve de mediador entre a criança e questão. Isso gera uma interação maior entre alunos e professor, além disso, a criança tem maior autonomia para solucionar o problema. Na prática, um simples fenômeno da natureza, como a chuva é um chamariz para se explicar o ciclo da água.
É comum os pais terem certa resistência em entender a aprendizagem por meio do construtivismo, pois foram alfabetizados da forma tradicional, na qual o professor apenas transmite o conhecimento ao aluno.



COMO SURGIU O DIA DA CRIANÇA




O Dia das Crianças no Brasil foi "inventado" por um político. O deputado federal Galdino do Valle Filho teve a idéia de  criar um dia em homenagem às crianças na década de 1920.


Na década de 1920, o deputado federal Galdino do Valle Filho teve a idéia de 


"criar" o dia das crianças. Os deputados aprovaram e o dia 12 de outubro foi 
oficializado como Dia da Criança pelo presidente Arthur Bernardes, por meio do decreto nº 4867, de 5 de novembro de 1924.

Mas somente em 1960, quando a Fábrica de Brinquedos Estrela fez uma promoção conjunta com a Johnson & Johnson para lançar a "Semana do Bebê Robusto" e aumentar suas vendas, é que a data passou a ser comemorada. A estratégia deu certo, pois desde então o dia das Crianças é comemorado com muitos presentes!

Logo depois, outras empresas decidiram criar a Semana da Criança, para aumentar as vendas. No ano seguinte, os fabricantes de brinquedos decidiram escolher um único dia para a promoção e fizeram ressurgir o antigo decreto. 


A partir daí, o dia 12 de outubro se tornou uma data importante para o setor de brinquedos.


Em outros países

Alguns países comemoram o dia das Crianças em datas diferentes do Brasil. Na 


Índia, por exemplo, a data é comemorada em 15 de novembro. Em Portugal e 
Moçambique, a comemoração acontece no dia 1º de junho. Em 5 de maio, é a vez 

das crianças da China e do Japão comemorarem!

Dia Universal da Criança
Muitos países comemoram o dia das Crianças em 20 de novembro, já que a ONU (Organização das Nações Unidas) reconhece esse dia como o dia Universal das Crianças, pois nessa data também é comemorada a aprovação da Declaração dos Direitos das Crianças. Entre outras coisas, esta Declaração estabelece que toda criança deve ter proteção e cuidados especiais antes e depois do nascimento.

Fonte: site Shopping b - www.shoppingb.com.br


O PAPEL DO COORDENADOR PEDAGÓGICO EM UMA ESCOLA

A profissão de coordenador pedagógico surgiu para substituir o "supervisor" escolar, pois até a década de 80/90, o supervisor era visto como um fiscalizador, um inspetor das rotinas escolas às normas oficiais e não alguém que contribuía com o processo educativo. Assim, mudou o nome, mas as atribuições continuam as mesmas:

a) desenvolver um trabalho harmônico dentro da escola;
b) Conversar diretamente com os professores sobre o desempenho discente;
c) Acompanhar e avaliar o professor em relação ao que faz e como faz o seu próprio trabalho;
d) Assessorar o trabalho do professor (transmitindo sugestões de atividades);
e) Descentralizar as decisões a respeito da ação docente;
f) Criar situações para a solução dos problemas que surjam no grupo de professores;
g) Procurar subsídios que facilitem a ação docente;
h) Discutir diferentes maneiras de trabalho e comunicando experiências;
i) Elogiar o que positivo e esclarecendo o que considera negativo;
j) Incentivar os professores a avançar em seus estudos;
k) Organizar as condições de trabalho do professor como material de ensino;

Por esse prisma, o coordenador não é mais aquele sujeito que possui um “superpoder” de assessorar, acompanhar, controlar e avaliar o trabalho docente realizado nas instituições de ensino, mas aquele que constrói com os professores o seu trabalho diário. Seu papel envolve uma atuação grupal, pois atende tantos professores, alunos como todos os setores de uma escola. por ser grupal, seu trabalho exige o exercício constante do pensar, do descobrir e do saber o modo de avançar nas ações.

P.S: Para exercer o cargo de coordenador, preferencialmente teve ter o curso de pedagogia ou licenciatura plena em outra área com especialização na área de coordenação ou supervisão escolar.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nossos vídeos

Loading...

Minha lista de blogs

Susany Garcia. Tecnologia do Blogger.

" O professor não ensina, mas arranja modos de a própria criança
descobrir. Cria situações-problemas".

( Jean Piaget )

BLOG REGISTRADO

BLOG REGISTRADO